Citi reduz previsão para alta do PIB chinês em 2022 por contágio da Evergrande

"O balanço entre risco moral e riscos de contágio apontam para uma reestruturação gerenciada", escreveu Xiangrong Yu, do Citi, em nota a clientes

Bandeira da China
Bandeira da China Estela Aguiar

Karin Stroheckerda Reuters

Ouvir notícia

O Citi reduziu nesta terça-feira (28) sua estimativa de crescimento da China para o próximo ano a 4,9%, de 5,5%, citando contágios esperados dos problemas enfrentados pela gigante Evergrande, e projetou mais reduções de juros.

“O balanço entre risco moral e riscos de contágio apontam para uma reestruturação gerenciada”, escreveu Xiangrong Yu, do Citi, em nota a clientes.

“A pressão sobre o crescimento vai provavelmente provocar algum afrouxamento da política monetária, inclusive corte de juros de 25 pontos básicos em 2022”, disse ele, acrescentando que agora espera um corte de 50 pontos básicos na taxa de compulsório em outubro.

O Citi também reduziu suas metas para vários índices acionários chineses, dizendo esperar que o índice de Hong Kong termine o ano a 26.800 pontos. No último pregão, ele estava em 24.500 pontos.

 

Mais Recentes da CNN