De olho em sedes regionais, Binance busca aproximação com reguladores

O pedido ocorre após a Binance sofrer pressão de reguladores de todo o mundo em meio a possibilidade de criptomoedas serem usadas para lavagem de dinheiro

Criptomoedas
Criptomoedas Foto: REUTERS/Dado Ruvic

Por Krisztian Sandor, da Reuters

Ouvir notícia

 A Binance, uma das maiores bolsas de criptomoedas do mundo, quer abrir várias sedes regionais e obter aprovação de reguladores locais, disse seu presidente-executivo, buscando repelir a pressão renovada de autoridades relevantes.

“Queremos ser licenciados em todos os lugares”, disse Changpeng Zhao a jornalistas.

Os comentários ocorrem após a Binance sofrer pressão de reguladores em todo o mundo, em meio a preocupações sobre a possibilidade de criptomoedas serem usadas para lavagem de dinheiro e investidores serem vítimas de golpes.

 

Autoridades financeiras de Reino Unido, Alemanha, Hong Kong, Itália, Japão, Lituânia e Tailândia levantaram preocupações sobre a Binance, que oferece uma ampla gama de serviços, incluindo negociação de criptomoedas e derivativos. Também permite que os usuários negociem diretamente entre si. Sua própria criptomoeda, Binance Coin, é a quarta maior do mundo.

A Binance elevou seus volumes de negócios em quase 10 vezes nos últimos 12 meses, chegando a US$ 668 bilhões  no mês passado, mostram dados da consultoria britânica CryptoCompare.

Mais Recentes da CNN