Detran-SP muda prazo para licenciamento de veículos em 2022; veja como fica

Valor da taxa também sofreu alteração, com aumento de 46,45% para veículos usados e 9,9% para os novos

Assim como no ano passado, em 2022 os donos de carros estarão isentos do pagamento do seguro obrigatório Seguro de DPVAT
Assim como no ano passado, em 2022 os donos de carros estarão isentos do pagamento do seguro obrigatório Seguro de DPVAT Marcelo Camargo/Agência Brasil

Cleber Souzado CNN Brasil Business

em São Paulo

Ouvir notícia

Devido à mudança no número de parcelas para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de veículos Automotores (IPVA) de 2022, que subiu de três para cinco, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) anunciou a alteração do calendário de licenciamento anual.

O prazo, anteriormente iniciado em abril para veículos com placas de final 1, maio para os de final 2 e, assim sucessivamente, agora começa em julho e termina em 31 de dezembro.

Com a mudança, segundo o órgão, neste ano o licenciamento será feito com dois finais de placa por mês até outubro. Com isso, veículos com placas finais 1 e 2 devem ser licenciados em julho, 3 e 4 em agosto, 5 e 6 em setembro, 7 e 8 em outubro, 9 em novembro e 0 em dezembro.

Outra mudança é no valor da taxa de licenciamento. Segundo o Detran, em 2022, o valor para automóveis usados e novos será de R$ 144,86. No ano passado, as taxas eram de R$ 98,91 e R$ 131,80, respectivamente. Uma alta de 46,45% para veículos usados e 9,9% para os novos, segundo o órgão.

Assim como no ano passado, em 2022 os donos de carros estarão isentos do pagamento do seguro obrigatório Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

Segundo o Detran, deixar de fazer o licenciamento é considerada infração gravíssima conforme determinação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Com isso, ao ser flagrado sem licença, o motorista terá de pagar multa de R$ 293,47. Além disso, receberá sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de correr risco de ter o veículo recolhido ao pátio até a regularização.

Como fazer o licenciamento

O calendário fixa o limite do prazo para o pagamento do licenciamento de acordo com o número final da placa. Porém, o pagamento tem de ser feito até o último dia útil do mês indicado.

Além disso, todos os eventuais débitos do veículo, como multas de trânsito, devem estar quitados.

Na hora de licenciar o veículo, basta informar o número do Renavam, que consta na parte superior do documento, seja físico ou digital.

O pagamento pode ser feito pela internet, por meio do site do banco do dono do carro, em casas lotéricas ou caixa eletrônico. Demais débitos, como IPVA e multas, também podem ser pagos na hora de fazer o licenciamento anual.

O documento digital fica disponível para download e impressão no item “Licenciamento Digital” nos portais do Poupatempo, Detran-SP e Senatran. No mais, os aplicativos Poupatempo Digital, Detran.SP e Carteira Digital de Trânsito (CDT) também podem ser usados para a realização do serviço. Como o documento em papel moeda foi extinto em São Paulo, o próprio motorista deve imprimir em papel comum.

O Detran-SP informa que os motoristas poderão fazer o licenciamento antecipado a partir do dia 3 de janeiro. Nesse caso, independentemente o final da placa.

Mais Recentes da CNN