Dia dos Solteiros ganha força no Brasil como um “esquenta” para a Black Friday

Evento conhecido como "dia dos solteiros" na China tem promoções e descontos entre os dias 11 e 13 de novembro na AliExpress

REUTERS

Fabrício Juliãodo CNN Brasil Business

Ouvir notícia

Em meio ao esquenta da Black Friday, o “festival do dia dos solteiros“, ou 11/11, como é popularmente conhecido, ocorre entre quinta-feira e sábado (11 a 13 de novembro) no Brasil.

Segundo Felipe Zmoginsky, gerente de marketing e comunicações do Alibaba no Brasil, serão 48 horas de ofertas exclusivas e frete grátis que ocorrem das 5h desta quinta-feira (11) até às 4h59 do sábado (13).

O AliExpress, serviço de varejo online que representa o Alibaba no país, anunciou em suas redes diversos descontos em produtos e frete grátis.

“No ano passado foi movimentado mais de US$ 74 bilhões no festival, o que é oito vezes mais do que a Black Friday movimenta e equivale a quase quatro anos de e-commerce brasileiro”, afirmou Zmoginsky.

Para este ano, Zmoginsky considera que as vendas mantenham o ritmo elevado de 2020, principalmente no Brasil, que contará com cinco dos 80 aviões do Alibaba para entregar os pedidos.

Mas não são somente as empresas do grupo chinês que aproveitam a data para aumentar o lucro. A Americanas divulgou um “esquenta” da Black Friday nesta quinta-feira (11) para antecipar o crescimento das vendas de fim de ano.

“A Americanas realiza as duas maiores lives de ofertas dos últimos tempos. A primeira, que acontece no dia 11/11, às 19h, será transmitida no YouTube e app da marca e em canais de alguns dos influenciadores convidados”, diz a empresa, que  já aproveita a data para realizar ofertas há alguns anos.

Zmoginsky diz que o movimento “é muito interessante, pois mostra a consolidação da marca, com outros players também adotando ofertas e promoções”.

História

O evento teve início na China em 11 de novembro 2009 e contou com apenas 27 marcas.

A ideia de celebrar o “status de solteiro” foi promovida pelo grupo varejista chinês Alibaba há 13 anos como um contraponto ao Dia dos Namorados.

Desde então, o festival vem crescendo e já atinge boa parte do mundo. Segundo o Alibaba, este ano mais de 29 mil marcas estão participando do evento.

Maior que Black Friday?

Segundo o Alibaba, o festival do 11/11 supera a Black Friday e a Cyber ​​Monday juntas no número de vendas do marketplace chinês.

O Grupo disse que quase 400 marcas, incluindo Apple e L’Oreal, arrecadaram mais de US$ 15 milhões em vendas cada.

Abordagem social

O 13º evento do 11/11 terá um tom com iniciativas voltadas ao bem-estar social, diferentemente de anos anteriores.

Em uma transmissão ao vivo que marcou o início do festival, o Alibaba pediu aos espectadores que arrecadassem 1 milhão de iuans (cerca de US$ 156 mil) para uma reserva de elefantes no sudoeste da China.

A varejista foi multada em US$ 2,8 bilhões por comportamento monopolista em abril e seu fundador, Jack Ma, se retirou de eventos públicos após criticar os reguladores chineses há um ano.

 

*Com informações da Reuters

Mais Recentes da CNN