Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Dona de marcas de varejo Merama recebe aporte de US$ 160 milhões

    A Merama compra o controle de marcas menores de varejo de segmentos como esportes, cosméticos, eletrônicos e pet

    Foto: Jean-Paul Pelissier/Reuters

    Aluisio Alves, da Reuters

    Ouvir notícia

    A investidora de marcas de varejo com ênfase no comércio eletrônico Merama anunciou nesta quarta-feira (28) que recebeu um investimento de US$ 160 milhões.

    Criada em dezembro passado, a Merama compra o controle de marcas menores de varejo de segmentos como esportes, cosméticos, eletrônicos, pet e bebê. Em seguida, injeta capital para escalar os negócios, conectando-os a grandes marketplaces como de Mercado Livre, Amazon, B2W, Magazine Luiza e Via Varejo.

    “Assim, conseguimos expandir canais de venda, otimizar marketing digital e dos custos e obter sinergias operacionais com automatização de processos e padronização de fornecedores”, disse à Reuters Guilherme Nosralla, cofundador da Merama.

    Os sócios do negócio estimam que em conjunto as marcas do grupo venderão cerca de US$ 100 milhões neste ano, um crescimento de 50% sobre 2020, em bases comparáveis.

    Com sedes em São Paulo e na Cidade do México, a Merama pretende escalar o modelo, incluindo internacionalização, para ser a maior dona de marcas da América Latina.

    “Temos a equipe e os fundos necessários para tornar isso realidade”, afirmou Renato Andrade, também cofundador da companhia, que atualmente tem uma equipe de cerca de 40 pessoas.

    A rodada, que consiste de US$ 60 milhões de investimento e 100 milhões de linha de crédito, inclui os fundos de capital de risco Monashees, Valor Capital, Balderton e Maya Capital, além de fundadores e executivos ligados a empresas como MadeiraMadeira, Rappi, iFood e Loggi.

    Tópicos

    Mais Recentes da CNN