‘É hora de nos prepararmos para um Brexit sem acordo’, diz Boris Johnson

Na quinta-feira, no que deveria ter sido a "cúpula do Brexit", a UE deu um ultimato, dizendo que está preocupada com a falta de progresso

O premiê britânico, Boris Johnson, em entrevista coletiva
O premiê britânico, Boris Johnson, em entrevista coletiva Foto: Stefan Rousseau/Pool via Reuters (9.set.2020)

Da Reuters

Ouvir notícia

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse nesta sexta-feira (16) que é hora de o país se preparar para um Brexit sem acordo comercial, já que a União Europeia se recusou a negociar seriamente, segundo ele, e que não haverá um pacto a menos que Bruxelas mude de rumo.

Uma conturbada conclusão sem acordo para a crise da separação britânica do bloco, que já dura cinco anos, semearia o caos nas frágeis cadeias de suprimento que se estendem pelo Reino Unido, a UE e além, no momento em que o impacto econômico da pandemia de coronavírus se agrava.

Leia também:
Pandemia afeta imóveis da rainha, mas contribuintes britânicos irão salvá-la
UE abre ações judiciais contra o Reino Unido por lei que viola acordo do Brexit

Na quinta-feira, no que deveria ter sido a “cúpula do Brexit”, a UE deu um ultimato, dizendo que está preocupada com a falta de progresso, e conclamou o Reino Unido a ceder nos principais obstáculos ou ver uma ruptura de laços com o bloco a partir de 1º de janeiro.

“Concluí que deveríamos nos preparar para 1º de janeiro com arranjos que são mais parecidos com os da Austrália, baseados nos princípios simples do livre comércio global”, disse Johnson.

“A menos que haja uma mudança fundamental de abordagem, iremos com a solução australiana. E deveríamos fazê-lo com muita confiança”.

“Está ficando claro que a UE não quer fechar o tipo de acordo do Canadá que pedimos originalmente. Parece curioso que, depois de 45 anos de nossa filiação, eles possam oferecer ao Canadá termos que não querem nos oferecer”.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN