Economia voluntária de energia pode não ser suficiente, dizem especialistas

Aneel anunciou na semana passada a criação de uma nova bandeira tarifária chamada "escassez hídrica", que tem um valor extra de R$ 14,20 pelo consumo a cada 100 quilowatts-hora

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Por mais que os consumidores e empresas tenham boa vontade em economizar energia, especialistas acreditam ser difícil que essa ação seja capaz de fazer a economia necessária. A informação é da analista de economia da CNN Thais Herédia.

Na semana passada, a Aneel anunciou a criação de uma nova bandeira tarifária chamada “escassez hídrica”, que tem um valor extra de R$ 14,20 pelo consumo a cada 100 quilowatts-hora.

“Nós consumidores e os pequenos comércios já estamos sujeitos a esse racionamento econômico, pagando muito mais caro. As empresas estão buscando uma forma de fazer um deslocamento da sua demanda porque o consumo da indústria brasileira de energia só cresce nos últimos 12 meses. Então, para não haver uma interrupção na produção, as empresas estão pensando uma forma de deslocar”, disse Herédia.

“O que os especialistas dizem é que por mais que a gente tenha boa vontade, é muito difícil que essa ação voluntária seja capaz de trazer a economia necessária para não esgarçar ainda mais o sistema brasileiro. Então, estamos vivendo uma situação de risco, sim”, diz a analista.

Para Herédia, é preciso decidir como o Brasil vai atravessar os próximos meses, pois é o período em que os reservatórios estarão extremamente baixo. Para ela, a crise hídrica não será um problema só deste ano, mas dos próximos também.

Mais Recentes da CNN