Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Elon Musk acusa Twitter de fraude em spam; empresa rebate

    Presidente do conselho da rede social disse em um tuíte que as alegações do bilionário "são factualmente imprecisas, legalmente insuficientes e comercialmente irrelevantes"

    Elon Musk e Twitter
    Elon Musk e Twitter SOPA Images/LightRocket via Gett

    Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo

    Ouvir notícia

    O bilionário dono da Tesla, Elon Musk, acusou o Twitter de fraude. Musk afirmou que a empresa de mídia social deturpou a condição de seus negócios e as principais métricas sobre os usuários em sua plataforma, antes de ele concordar em adquirir a empresa por US$ 44 bilhões, em abril.

    Musk disse em uma contestação tornada pública na quinta-feira (4) que decidiu rescindir o acordo de fusão ao tomar conhecimento do que descreveu como fatos preocupantes. Cita, por exemplo, a reafirmação da média diária de usuários monetizáveis do Twitter dias após a assinatura do pacto.

    E que o Twitter supostamente estava contabilizando incorretamente os número de contas falsas e spam.

    “As próprias divulgações do Twitter às partes mostram que, embora o Twitter apregoe ter 238 milhões de ‘usuários ativos diários monetizáveis’, os usuários que realmente veem anúncios (e, portanto, seriam razoavelmente considerados ‘monetizáveis’) são cerca de 65 milhões a menos do que o Twitter representa”, disse Musk em um processo judicial.

    O presidente do conselho do Twitter, Bret Taylor, disse em um tuíte na quinta que as alegações de Musk “são factualmente imprecisas, legalmente insuficientes e comercialmente irrelevantes”.

    Ele afirmou também que a empresa aguarda com expectativa o julgamento do caso em Delaware, que está marcado para 17 de outubro.

    Mais Recentes da CNN