Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em 2021, IPOs têm melhor desempenho anual na história de Wall Street

    Em 9 meses, 785 empresas abriram o capital nos Estados Unidos

    REUTERS/Brendan McDermid

    Paul R. La Monicado CNN Business*

    Ouvir notícia

    Em apenas nove meses de 2021, os IPOs (Oferta Inicial de Ações, na sigla em inglês) em Wall Street bateram o recorde de ofertas públicas em um único ano.

    Já houve mais ofertas públicas nos três primeiros trimestres do que em todo o ano de 1996, que detinha o recorde para IPOs de todos os tempos.

    Em 2021, 785 empresas abriram o capital nos Estados Unidos, em comparação com 664 em 1996 – o início da mania de ações das empresas de internet. Em 2020, 555 companhias abriram capital.

    O aplicativo de namoro Bumble, a empresa de leite à base de plantas Oatly e a corretora Robinhood estão entre as empresas “unicórnios” de maior perfil a abrirem o capital neste ano.

    Outra novidade é a varejista de calçados Allbirds, que fez sua estreia na quarta-feira (3) e as ações dispararam, quase dobrando.

    As startups estão aproveitando as baixas taxas de juros e outros estímulos do Federal Reserve (o banco central dos EUA), como os SPACs.

    Os SPACs tornaram-se formas populares para empresas que buscam abrir o capital com um pouco menos de fiscalização regulatória nos EUA.

    Virgin Galactic (SPCE ), de Richard Branson , DraftKings e o WeWork reduzido se tornaram públicos ao utilizarem a ferramenta. O ex-presidente Donald Trump também tem planos de fundir sua nova empresa de mídia social com uma SPAC. 

    Grandes companhias também estão optando em abrir o capital por listagens diretas de ações nas bolsas de Wall Street. A Roblox e a Coinbase emitiram ações diretamente em vez de vender novas ações em um IPO.

    É claro que nem todos os IPOs disparam. O Renaissance IPO ETF, que detém ações de grandes empresas de alto perfil que abriram o capital nos últimos anos, como Roblox, Coinbase, Airbnb e DoorDash, subiu apenas 7% em 2021, ficando atrás dos ganhos do mercado mais amplo.

    No entanto, o aumento da demanda por IPOs regulares mostra que muitos dos chamados unicórnios (startups com avaliação de pelo menos US$ 1 bilhão) estão dispostos a seguir a boa e velha maneira de abrir o capital.

    “Um cenário de mercado favorável e avaliações elevadas encorajaram a abrir o capital”, diz Rachel Gerring, líder de IPO da EY Americas. “Estamos cautelosamente otimistas de que essas tendências podem continuar até o final do ano e seguir em 2022”.

    A fabricante de veículos elétricos Rivian e o banco digital brasileiro Nubank também estão definidos para abrir o capital no final deste mês.

     

    *(Texto traduzido. Leia o original aqui)

    Mais Recentes da CNN