Embaixador da China diz que encontro com chanceler brasileiro teve consenso

Suspensão da venda de carne bovina do Brasil para a China já dura seis semanas

Carlos Alberto França
Carlos Alberto França Foto: Ministério das Relações Exteriores/Divulgação

Cleber Souzado CNN Brasil Business*

em São Paulo

Ouvir notícia

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, informou em suas redes sociais que o ministro de Relações Exteriores, Carlos França, e o ministro de Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, chegaram a “importantes consensos” em encontro por videoconferência nesta quinta-feira (21).

“Realizou-se uma excelente videoconferência entre o Conselheiro de Estado e o Chanceler da China, sr. Wang Yi e o Chanceler do Brasil, sr. Carlos França na manhã desta quinta-feira (21). Os dois lados chegaram a importantes consensos em aprofundar ainda mais a parceria bilateral”, informou Wanming.

Segundo o analista da CNN Gustavo Uribe, França pediu o fim do veto à compra da carne brasileira, que já dura seis semanas.

Na reunião, de acordo com interlocutores do ministro, Wang Yi sinalizou que o governo chinês deve solucionar em breve o impasse.

Em 4 de setembro, o Brasil interrompeu voluntariamente a exportação do produto após a confirmação de casos do “mal da vaca louca” em dois frigoríficos do país. Mesmo com o controle dos casos no país, a interrupção tem sido mantida.

Mais Recentes da CNN