Embraer conclui testes para avaliar sistemas autônomos de voo em zona urbana

Experimentos foram realizados com um helicóptero no Rio de Janeiro e coletaram dados que vão impulsionar no futuro a aviação

Os testes foram realizados junto com a Eve
Os testes foram realizados junto com a Eve Divulgação/Embraer

Wladimir D'Andrade, especial para a AE, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A Embraer concluiu testes para avaliar sistemas autônomos de voo em condições reais dentro de ambientes urbanos, anunciou nesta sexta-feira (6) a companhia.

Os voos experimentais do Projeto de Sistemas Autônomos da Embraer (Project EASy, na sigla em inglês) foram realizados com um helicóptero no Rio de Janeiro e coletaram dados que vão impulsionar no futuro a aviação em que máquinas e algoritmos assumem o controle da condução dos veículos.

Os experimentos da Embraer tiveram duração de sete dias e exploraram cenários comuns e extremos para decolagem, subida, voo de cruzeiro, aproximação e pouso da aeronave.

Pilotos conduziram o helicóptero enquanto os sistemas capturaram dados e realizaram cálculos em tempo real.

Os dados vão orientar a construção dos eVTOLs (veículos de decolagem e aterrissagem vertical elétrica, na sigla em inglês) da Embraer.

“Este projeto nos permitiu avaliar tecnologias em tempo real e também coletar informações que posteriormente serão usadas em simulações”, disse Julio Bolzani, head de sistemas autônomos da Embraer, por meio de comunicado à imprensa.

Os testes foram realizados junto com a Eve, uma empresa do grupo dedicada a acelerar soluções de mobilidade aérea urbana.

“Toda informação e dados levantados neste projeto, bem como as soluções técnicas em desenvolvimento, vão apontar os caminhos para o voo completamente autônomo dos eVTOLs no futuro”, disse Andre Stein, co-CEO da Eve.

Mais Recentes da CNN