Endividamento de brasileiros cresce e atinge recorde de 72%, mostra índice CNC

Especialistas afirmam que é possível se planejar para ter um consumo mais controlado

Tiago Américoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O endividamento de consumidores brasileiros disparou e atingiu o nível recorde de 72%, mostra o índice da CNC  (Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo). Segundo o Serasa, atualmente existem cerca de 62 milhões de pessoas endividadas no Brasil.

Em julho, as dívidas bancárias e de cartão de crédito lideraram, com 29%. Em seguida, aparecem as contas básicas, como água, luz, gás e IPTU, com o índice de 24% dos endividados brasileiros.

Especialistas afirmam à CNN, porém, que é possível fazer cálculos que ajudam a ter um consumo mais controlado.

Por exemplo, se você ganha R$ 5 mil no mês, você deve dividir esse valor por 22 dias de trabalho e depois dividir novamente pelas oito horas diárias de serviço. Desta forma, é possível calcular o valor da hora de trabalho e, tendo esse controle, dá para saber se você compra mais ou menos do que você recebe.

A planejadora financeira Elaine Carreiro explica que é importante que cada pessoa conheça o seu estilo de vida.

“Isso impacta diretamente em entender o padrão de comportamento de compra. Mapear todas as despesas e receitas é muito importante para saber se as despesas cabem na receita”, afirmou a planejadora.

Para o educador financeiro Matheus Machado, a educação tem um papel fundamental no controle de gastos e na autonomia de compra das pessoas.

“É importante entender que, muitas vezes, as pessoas não caem no endividamento por opção, e sim por um impacto social. Na minha opinião, a única forma de fazermos mais autonomia e poder de compra às pessoas, apesar de inflação e taxa de juros, é através da educação”, afirmou o educador.

 

Mais Recentes da CNN