Especialista alerta para alternativas de investimento: ‘poupança nem pensar’

À CNN Rádio, Romero Oliveira destacou que cenário de inflação alta muda a tendência de investimentos

Getty Images/EyeEm

Amanda GarciaIsabel Camposda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O cenário de “tempestade perfeita” para a inflação no Brasil faz com que o Banco Central eleve a taxa de juros para tentar contê-la.

Segundo o head de Renda Variável da Valor Investimentos, Romero Oliveira, a Selic em alta faz com que o perfil de investimentos mude.

Em entrevista à CNN Rádio nesta segunda-feira (13), ele explica que a inflação é uma preocupação não só no Brasil, mas no mundo. As condições, segundo ele, “foram propícias [para a inflação], com preço dos commodities elevado, câmbio desvalorizado, crise hídrica.”

Na avaliação de Romero, a taxa Selic deve chegar em torno de 7 a 7,5% até o fim do ano. “Com isso, o título de Renda Fixa, que acabou ficando de lado nos últimos tempos, começa a se tornar atrativo novamente.”

Ele ainda fez um alerta ao investidor: “A [aplicação] em poupança nem pensar, há melhores alternativas com riscos menores, mude para ontem, está perdendo dinheiro.”

Como alternativa, ele sugere os títulos do Tesouro Federal que, segundo ele, são “conservadores” e “entregam rentabilidade superior à poupança, para investidores que não querem alto risco.”

Embora acredite que houve “mudança na educação financeira” dos brasileiros, com maior acesso a informações sobre investimentos, o especialista destaca que “não existe almoço grátis.”

“Qualquer investimento que renda acima da Taxa Selic contém risco embutido, pode ser baixo, mas existe, se há oferta de algum com rentabilidade muito grande com risco baixo, desconfie, porque provavelmente tem alguma coisa errada”, ressaltou.

Mais Recentes da CNN