Bolsas dos EUA fecham em alta, com Nike e Micron liderando ganhos

Ações de tecnologia mostram recuperação após forte liquidação do dia anterior

Dez dos 11 principais setores do S&P 500 subiam neste pregão
Dez dos 11 principais setores do S&P 500 subiam neste pregão Brendan McDermid/Reuters

Reuters

Ouvir notícia

Os principais índices de Wall Street fecharam em alta nesta terça-feira (21), impulsionados pela Nike e pela Micron após divulgação de fortes resultados, com as prejudicadas ações de tecnologia se recuperando da forte liquidação do dia anterior.

O índice Dow Jones subiu 1,61%, aos 35.493 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 1,78%, aos 4.649 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 2,40%, aos 15.341 pontos.

A variante Ômicron do coronavírus, de rápida disseminação, abalou os mercados de ações em todo o mundo, desencadeando grandes ondas de vendas no último mês do ano devido às preocupações sobre o impacto da cepa na recuperação econômica global.

Nesta terça-feira, a Nike disparou mais de 6%, liderando os ganhos entre os componentes do Dow Jones. A empresa superou as estimativas trimestrais de lucro e receita e parecia confiante em relação a uma redução dos problemas na cadeia de abastecimento em seu próximo ano fiscal.

Já a Micron Technology liderava o avanço entre as fabricantes de chips, com salto de 10,54% após prever resultados otimistas no segundo trimestre e superar as expectativas de Wall Street para lucro e receita trimestrais.

Suas atualizações positivas ajudavam a dissipar algumas preocupações sobre restrições mais amplas na cadeia de abastecimento num ambiente de alta inflação, que se tornou motivo de preocupação para bancos centrais de todo o mundo.

Dez dos 11 principais setores do S&P 500 subiram neste pregão.

Mais Recentes da CNN