Exportações do Brasil para a China crescem 12% em 2020

Com o real enfraquecido, o preço das commodities brasileiras ficou atrativo para o país asiático

Paula Forster, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

As exportações do Brasil para a China cresceram 12% no ano passado, de acordo com dados do Ministério da Economia. 

Com o real enfraquecido, o preço das commodities brasileiras ficou atrativo para o país asiático. Por isso, a expectativa para 2021 é de crescimento ainda maior.  

“É uma tendência que já existe há alguns anos e que será reforçada em 2021 porque o mercado chinês foi o primeiro a sair da crise gerada pela pandemia (de Covid-19)”, explica Fabio Silveira, diretor da MacroSector Consultores. 

A expectativa de aumento em 2021 é de 18% na comparação com o total de exportações para o país asiático no ano passado. 

Na Maersk, as exportações brasileiras para a China cresceram 27% em 2020. “Vejo um futuro de crescimento para o Brasil”, afirma Robbert van Troojien, vice-presidente da Maersk na América Latina e Caribe. 

(Texto de Leonardo Guimarães)

Mais Recentes da CNN