Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Facebook decide suspender criação de Instagram Kids após críticas

    Parlamentares e grupos de classe nos Estados Unidos pedem que o Instagram desistisse do projeto

    Instagram disse que o Instagram Kids era a coisa certa a fazer, mas que estava pausando o trabalho e continuaria trabalhando em suas ferramentas de supervisão parental
    Instagram disse que o Instagram Kids era a coisa certa a fazer, mas que estava pausando o trabalho e continuaria trabalhando em suas ferramentas de supervisão parental Foto: REUTERS/Dado Ruvic

    Eva MathewsDavid Shepardsonda Reuters

    Ouvir notícia

    O Instagram fez uma pausa na criação de um novo aplicativo para crianças, disse o serviço de compartilhamento de fotos do Facebook nesta segunda-feira (27) movimento que surge em meio à crescente oposição ao projeto.

    O Instagram Kids havia sido apontado como um aplicativo que exigiria permissão dos pais para participar e deveria fornecer conteúdo sem anúncios e apropriado para crianças, mas parlamentares e grupos de classe nos Estados Unidos pediram que a empresa desistisse do projeto.

    “Não vamos parar de pressionar o Facebook até que eles desliguem permanentemente”, disse Josh Golin, diretor executivo do Fairplay, um grupo de defesa voltado para crianças.

    O Instagram disse que o Instagram Kids era a coisa certa a fazer, mas que estava pausando o trabalho e continuaria trabalhando em suas ferramentas de supervisão parental.

    “A realidade é que as crianças já estão online e acreditamos que desenvolver experiências adequadas à idade, projetadas especificamente para elas, é muito melhor para os pais do que onde estamos hoje”, disse o documento, observando que há versões do YouTube, da Alphabet, e do TikTok, da ByteDance, para menores de 13 anos.

    Quatro parlamentares disseram que ficaram satisfeitos com a decisão do Facebook, mas disseram que a pausa “é insuficiente”.

    “O Facebook perdeu completamente o benefício da dúvida quando se trata de proteger os jovens online e deve abandonar completamente este projeto”, disseram os parlamentares.

    Em 2017, o Facebook lançou o aplicativo autônomo Messenger Kids, plataforma de mensagens instantâneas para menores de 13 anos, que é controlada pela conta de um responsável no Facebook.

    Mais Recentes da CNN