‘Fantástico para a competição’, diz Anatel sobre 15 interessados no leilão 5G

Abertura dos lances será em 4 de novembro

Leilão do 5G: 15 propostas recebidas
Leilão do 5G: 15 propostas recebidas Anatel/Divulgação

Anna Russido CNN Brasil Business

em Brasília

Ouvir notícia

Maior leilão da história do país, o leilão do 5G recebeu 10 empresas candidatas a prestar o serviço de telefonia móvel no Brasil. Outras 5 empresas, já operadoras, também se credenciaram como proponentes.

“Ficamos bastante surpresos de ver que, dessas 15, 10 são empresas que não tem outorgas de SMP (Serviço Móvel Pessoal). Isso é algo inédito e absolutamente fantástico para a promoção da competição”, comentou o presidente da comissão especial de licitação do 5G e superintendente de competição da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Abraão Balbino.

Para o representante da Anatel, os interessados no leilão mostram um amadurecimento e desenvolvimento do mercado do telecomunicações. “Estamos no momento mais interessante e mais revolucionário do setor, desde a privatização”, avaliou.

Balbino ainda comentou a ausência da Oi entre as operadoras interessadas no 5G. “Ora se sai um grande operador e entra outros 10, mostra que, na verdade, temos sede por competição e a regulação da agência está sendo adequada”, afirmou.

Embora tenha dito que a expectativa é vender todos os lotes da licitação, o superintendente de Planejamento e Regulamentação, Nilo Pasqualli, afirmou que uma frequência não arrematada não é uma preocupação.

“(Caso aconteça) Deve entrar em leilões de sobra futuros da agência. Como ainda não sabemos quem vai ofertar o que, estamos otimistas no sentido de que vamos conseguir fechar toda a parte de compromisso”, observou.

As faixas visadas por cada um dos interessados só serão divulgados no dia 4 de novembro, quando acontecerá a abertura dos lances. Os próximos dias, no entanto, já serão para que a agência verifique toda a documentação entregue e se certifique de que os proponentes estão devidamente habilitados a participar do certame, de acordo com as regras do edital.

Mais Recentes da CNN