Feirão de negociação de dívidas do Banco Central termina nesta terça-feira (30)

Ação é organizada pelo Banco Central e é voltada para pessoas físicas com dívidas em atraso

O saldo da balança comercial brasileira apresentou alta de R$ 10,8 bilhões de dólares em relação ao ano anterior, alcançando US$ 61,2 bilhões.
O saldo da balança comercial brasileira apresentou alta de R$ 10,8 bilhões de dólares em relação ao ano anterior, alcançando US$ 61,2 bilhões. Marcello Casal Jr./Agência Brasil

João Pedro Malardo CNN Brasil Business

em São Paulo

Ouvir notícia

O Mutirão da Negociação de Dívidas e Orientação Financeira, organizado pelo Banco Central (BC), termina na próxima terça-feira (30).

Ele é voltado para pessoas físicas que estão com dívidas atrasadas com instituições financeiras. A ação é uma parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e o Senado Federal.

As modalidades de dívida contempladas no mutirão não envolvem as que possuem bens como garantia de empréstimos. Antes de realizar a negociação da dívida atrasada, é necessário realizar um registro na plataforma consumidor.gov.br.

Feito isso, a pessoa endividada pode escolher com qual instituição financeira quer realizar a negociação, e então relatar o caso ligado à dívida. A instituição tem até 10 dias para analisar a solicitação, posteriormente apresentando uma proposta de negociação para o devedor.

Segundo o Banco Central, as pessoas que querem saber quais dívidas possuem com instituições financeiras atualmente podem acessar a página mutirao.febraban.org.br, em que também é possível ver se vale a pena participar do mutirão e qual a parcela do seu orçamento que será usada para os pagamentos durante a negociação.

Mais Recentes da CNN