Geração de energia solar no Nordeste bate dois recordes no mesmo dia

Recordes foram registrados com poucos minutos de diferença. Apenas no mês de outubro, a marca mais alta de geração de energia foi superada três vezes

A expectativa é de que a energia solar represente 2,6% da matriz elétrica brasileira até o fim deste ano
A expectativa é de que a energia solar represente 2,6% da matriz elétrica brasileira até o fim deste ano Reprodução

Nathallia Fonsecada CNN

São Paulo

Ouvir notícia

A produção de energia solar fotovoltaica no Nordeste bateu dois recordes seguidos na quarta-feira (27).

De acordo com a Organização Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o primeiro pico foi verificado às 13h19min com geração de 2.649 MW. Menos de uma hora depois, às 13h58, foi verificada a produção de 2.675 MW, um aumento de 2% em relação ao índice alcançado mais cedo, e o suficiente para abastecer 21,3% da região naquele momento.

Esses são o segundo e terceiro recordes do mês. Ainda segundo a ONS, a expectativa é de que a energia solar represente 2,6% da matriz elétrica brasileira até o fim deste ano. Atualmente, ela representa 2,2%.

Sobre a ONS:

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) é responsável pela coordenação e controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN) e pelo planejamento da operação dos sistemas isolados do país, sob a fiscalização e regulação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Mais Recentes da CNN