GM recomenda que carro elétrico Bolt fique longe de outros veículos em garagens

Empresa também recomendou que donos do modelo não deixem o veículo recarregando sem estarem presentes

Companhia citou potencial risco de incêndio
Companhia citou potencial risco de incêndio REUTERS/Joe White

David Shepardsonda Reuters

Ouvir notícia

A General Motors emitiu uma recomendação aos proprietários do elétrico Bolt para que estacionem o carro no último andar ou em uma área aberta de garagens, de modo a ficarem a pelo menos 15 metros de distância de outros veículos. A empresa citou potencial risco de incêndio.

A precaução “reduz potenciais danos a estruturas e veículos próximos no raro evento de um potencial incêndio”, afirmou um porta-voz da montadora em comunicado. A GM enviou um aviso aos clientes que tinham perguntado sobre estacionamento do carro, acrescentou.

Anteriormente, a GM havia pedido aos donos do Bolt para estacionarem o carro em áreas abertas, longe de estruturas, e para não deixarem o carro recarregando a bateria durante a noite.

A empresa também afirmou para os donos do modelo não deixarem o Bolt recarregando sem estarem presentes, mesmo se utilizarem uma estação de recarga em um estacionamento.

A montadora ampliou em agosto o recall do Bolt para mais de 140 mil unidades para a substituição de módulos da bateria, a um custo estimado atualmente em US$ 1,8 bilhão. A empresa registrou 10 casos de incêndio. Ela afirmou que vai buscar ressarcimento junto à fornecedora da bateria, a LG.

A GM não vai retomar a produção ou as vendas do Bolt até estar satisfeita de que o recall vai resolver o problema do risco de fogo, acrescentou a companhia.

Mais Recentes da CNN