Grupo dos países mais ricos do mundo, OCDE encerra processo de adesão da Rússia

Organização também decidiu fechar escritório em Moscou e interromper relações e compromissos com autoridades russas

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscou
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscou 24/02/2022 Sputnik/Aleksey Nikolskyi/Kremlin via REUTERS

Thais Herédiada CNN

Ouvir notícia

O conselho da OCDE (Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico) anunciou, em comunicado nesta sexta-feira (25), a decisão de encerrar formalmente o processo de adesão da Rússia ao grupo, composto por países ricos e em desenvolvimento mais avançados do mundo.

A adesão estava suspensa desde 2014, quando Vladimir Putin preparava invasão da Ucrânia para retomar à região da Crimeia. A Rússia coopera com a OCDE desde 1992, mas apenas em 2007 as negociações foram iniciadas para formalizar a adesão.

 

Além do encerramento do processo a Organização também decidiu fechar o escritório da entidade em Moscou  e interromper as relações e compromissos com ministros e autoridades russos.

O conselho da entidade também solicitou ao seu secretário-geral para suspender os projetos financiados por contribuições russas que ainda não tenham começado.

Na quinta-feira (25), a OCDE já havia condenado o que chamou de “agressão em larga escala da Rússia contra a Ucrânia nos termos mais fortes possíveis como uma clara violação do direito internacional e uma séria ameaça à ordem internacional baseada em regras”, disse o comunicado.

O Conselho da entidade reafirmou seu apoio e solidariedade à Ucrânia e disse que continuará avaliando as repercussões econômicas e sociais da “atual agressão em larga escala da Rússia”, em especial os impactos no mercado de energia.

Mais Recentes da CNN