IBGE suspende processo seletivo para trabalhar no Censo 2021 previsto para abril

O instituto aguarda o posicionamento do Ministério da Economia para avaliar um novo cronograma para as provas

Pesquisadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) durante pesquisa de campo
Pesquisadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) durante pesquisa de campo Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE

Natália Flach, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) suspendeu o processo seletivo para trabalhar no Censo 2021 que ocorreria neste mês. O motivo foi o corte de 96% dos recursos voltados para a pesquisa sobre a demografia brasileira no Orçamento federal, aprovado no fim de março.

Em sua página no Twitter, o IBGE disse que “as provas dos processos seletivos para trabalhar no Censo não serão realizadas nas datas que estavam no cronograma dos editais (18/04 para Agente Censitário e 25/04 para Recenseador)”.

Ao todo, tinham sido abertas 200 mil vagas, sendo 181.898 para a função de recenseador, que faz as coletas dos dados, 5.450 para a função de agente censitário municipal e o restante para supervisor. A exigência era ter ensino médio.

Segundo o IBGE, o instituto aguarda o posicionamento do Ministério da Economia sobre o orçamento do Censo para avaliar um novo planejamento para as provas. O CNN Brasil Business entrou em contato com a pasta, mas o ministério disse que não vai se pronunciar.

Ao CNN Brasil Business, o IBGE disse em nota que, se o concurso não ocorrer, “tomará as devidas providências para devolver o valor da taxa de inscrição, a exemplo do que já fez no ano passado, por conta do adiamento causado pela pandemia”.

Mais Recentes da CNN