Índices europeus fecham em alta com commodities e bancos

Nesta sexta, o STOXX 600 fechou em alta de 0,54%, a 458,34 pontos

Bolsa de Frankfurt
Bolsa de Frankfurt Reuters

Susan MathewAnisha Sircarda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias subiam nesta sexta-feira (1º), com um rali das empresas ligadas a commodities e bancos ajudando a compensar preocupações com o crescimento econômico e a inflação, à medida que a Europa permanecia em alerta para interrupções nas importações de gás da Rússia.

A ameaça russa de cortar o fornecimento de gás para a Europa, a menos que compradores paguem com rublos a partir desta sexta-feira, foi evitada por enquanto, com Moscou dizendo que não interromperia o fornecimento até que novos pagamentos vençam no final de abril.

Preocupações com as consequências da guerra, agravadas pelo provável aperto monetário de bancos centrais para controlar o salto da inflação, fizeram com que o índice pan-europeu STOXX 600 marcasse sua primeira perda trimestral em dois anos no trimestre passado.

Nesta sexta, o STOXX 600 fechou em alta de 0,54%, a 458,34 pontos.

“Os mercados ficaram em intervalos limitados nas últimas semanas e receberam um impulso hoje depois que Putin apenas seguiu com suas ameaças sobre o rublo em teoria, encerrando uma semana de preocupação para os investidores de que a Europa poderia ver fluxos de gás mais baixos”, disse Craig Erlam, analista sênior de mercado da OANDA.

As mineradoras e ações de petróleo lideraram os ganhos no dia e saltaram 18% e 14%, respectivamente, no último trimestre.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,30%, a 7.537,90 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,22%, a 14.446,48 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,37%, a 6.684,31 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,57%, a 25.163,30 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,69%, a 8.503,70 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,81%, a 5.988,12 pontos.

Mais Recentes da CNN