Indústrias alertam para a maior falta de insumos para a produção em 20 anos

A falta de insumos vem se agravando cada vez mais à medida que o consumo das famílias está aumentando durante a pandemia

Adriana de Luca, da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

 

Ao longo de 2020 e 2021, muitas empresas acabaram ficando sem insumos e embalagens para dar vazão à produção. Entre os motivos estão a própria pandemia, que fez com que muitas indústrias de base fechassem, e a alta do dólar que tornou os insumos importados mais caros e deixou o mercado internacional mais atrativo, diminuindo a oferta doméstica desses materiais.

O número de indústrias que apontam a escassez de insumos como principal fator limitativo à expansão dos negócios é recorde em 20 anos.

De acordo com um levantamento do Instituto Brasileiro de Economia (IBRE), vinculado à Fundação Getulio Vargas (FGV), em abril de 2019, 4,4% das empresas reclamavam da falta de matéria-prima. No mesmo mês de 2020, este número subiu para 10,3%. Já em abril de 2021, alcançou 25,3%.

Os segmentos mais afetados são os de: limpeza e perfumaria (56%), veículos automotores (53%) e química (47%).

Tópicos

Mais Recentes da CNN