Fundo americano KKR faz oferta para comprar dona da TIM

A oferta de compra representaria um prêmio de 45% para as ações da Telecom

Sede da Telecom Italia (TIM), em Roma, na Itália22/11/2021REUTERS/Yara Nardi
Sede da Telecom Italia (TIM), em Roma, na Itália22/11/2021REUTERS/Yara Nardi REUTERS/Yara Nardi

Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O fundo de investimentos americano KKR demonstrou interesse em comprar a Telecom Itália, oferecendo € 10,8 bilhões (US$ 12,17 bilhões). As ações da companhia subiram ontem 30% na Bolsa de Milão, após a divulgação, no domingo, das negociações. A Telecom Itália é dona da TIM, uma das operadoras líderes de mercado no Brasil.

A oferta de compra representaria um prêmio de 45% para as ações da Telecom, em comparação com o fechamento da sexta-feira, e incluiria a sua retirada das negociações na Bolsa, fechando o capital.

O indicativo de interesse é condicionado a um período de quatro semanas de diligência nos números da empresa e ao aval de órgãos do governo italiano. A Telecom Itália está sujeita a poderes especiais do governo italiano.

O banco UBS destaca que o governo do premiê Mario Draghi tem uma “cultura forte de mercado” e vê espaço para um acordo. A gigante francesa das telecomunicações Vivendi, no entanto, possui 23,75% da dona da TIM e poderia resistir ao negócio.

Tópicos

Mais Recentes da CNN