Leilão de imóveis de “doleiro dos doleiros” arremata mais de R$ 12 milhões

Terreno com mais de 4 mil metros quadrados na Barra da Tijuca foi arrematado por valor quatro vezes maior do que o preço de mercado

Entre os imóveis arrematados estava um apartamento de 149m2 em um residencial de luxo da Barra da Tijuca
Entre os imóveis arrematados estava um apartamento de 149m2 em um residencial de luxo da Barra da Tijuca Reprodução/CNN

Isabelle Resendeda CNN

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Foram arrematados mais de R$ 12 milhões (12.907.328,99) no leilão de cinco dos 11 imóveis do doleiro Dario Messer, conhecido como “doleiro dos doleiros”. Entre os imóveis arrematados estava um apartamento de 149m2 em um residencial de luxo da Barra da Tijuca, na Zona Oeste da capital, avaliado em R$ 1,9 milhão.

O complexo, além de piscina, playground, churrasqueira, lavanderia e academia, ainda possui quadra esportiva, sauna, spa, salão de festa e espaço gourmet.

Para se ter uma ideia do luxo, a cota mensal do condomínio equivale a aproximadamente R$ 3 mil. Além desse imóvel, um terreno com mais de quatro mil metros quadrados de área útil (4.319,14m2), também localizado na Barra da Tijuca, avaliado em pouco mais de R$ 1 milhão de reais (R$ 1.153.602,99), foi arrematado por uma valor quatro vezes maior: pouco mais de R$ 4 milhões (4.215.000,00).

O certame acontece de forma online e foi autorizado pelo juiz federal Marcelo Bretas. Os imóveis que não receberem lances serão ofertados em um novo leilão eletrônico, marcado para 23 de novembro.

O acordo de colaboração de Dario Messer foi homologado em agosto de 2020 com valores considerados inéditos na Justiça brasileira. O doleiro renunciou a um patrimônio avaliado em R$ 1 bilhão que inclui imóveis de alto padrão, obras de arte, além de bens e terrenos relacionados à atividade agropecuária no Paraguai.

Com informações de Paula Martini e Thayana Araújo.

Mais Recentes da CNN