Líderes da Câmara analisam o preço de combustíveis nesta segunda-feira (4)

Serão discutidos dois projetos: unificação dos valores de cobrança do ICMS e a criação de um fundo para estabilizar a variação do preço de itens ligados ao petróleo

Pedro Teixeira

Em São Paulo

Ouvir notícia

O preço dos combustíveis segue mobilizando discussões em Brasília. Líderes partidários voltam a discutir o tema nesta segunda-feira (4) com o presidente da Câmara, o deputado Arthur Lira (PP-AL).

Segundo o presidente da Câmara, o encontro de hoje será voltado para costurar um entendimento entre as lideranças e fazer a análise de duas propostas.

Eles vão discutir um projeto que unifica os valores de cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e também a criação de um fundo para estabilizar a variação do preço de itens ligados ao petróleo.

Essas propostas também são discutidas dentro do governo Jair Bolsonaro e mobilizam também as lideranças do Senado.

Fundo para combustíveis

Conforme informou a analista de política da CNN Basília Rodrigues, o governo desistiu de incluir dividendos da Petrobras na proposta que cria um fundo de compensação à alta de combustíveis.

A ideia é que o fundo seja composto por recursos da própria área, mas sem avançar sobre os dividendos, o lucro distribuído a acionistas da empresa, para não implicar no uso de recursos do Tesouro e não virar alvo de questionamentos de investidores estrangeiros da estatal.

De acordo com integrantes da equipe econômica, no lugar dos dividendos, o fundo contaria com recursos oriundos de ativos da Petrobras, da venda de subsidiárias e ações da Pré-sal Petroleo S.A. (PPSA), braço da União criada no governo de Dilma Rousseff que atua na gestão do modelo de exploração do petróleo.

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN