Lucro da Petrobras sobe 1.400% e chega a R$ 106,6 bilhões em 2021

Estatal foi beneficiada pela disparada no preço do petróleo, pela desvalorização do real e pela recuperação do consumo de combustíveis

Logo da Petrobras na sede da empresa no Rio de Janeiro
Logo da Petrobras na sede da empresa no Rio de Janeiro 16/10/2019 REUTERS/Sergio Moraes

Raquel Landim

Ouvir notícia

O lucro líquido da Petrobras atingiu R$ 106,6 bilhões no ano passado, um aumento de 1.400% em relação aos R$ 7,11 bilhões em 2020.

A estatal foi significativamente beneficiada pela disparada no preço do barril de petróleo, pela desvalorização do real e pela recuperação do consumo de combustíveis no pós-pandemia.

O preço médio do barril passou de US$ 41,67 em 2020 para US$ 70,73. O dólar médio de venda praticado pela Petrobras subiu de R$ 5,16 em 2020 para R$ 5,40 em 2021.

As receitas da companhia subiram em praticamente todos os produtos. A alta chegou a 84% no diesel, 100% na gasolina, 39% no gás de cozinha e 76% no querosene de aviação.

A administração da Petrobras vem sendo muito criticada pelos políticos por seguir a paridade dos preços internacionais – uma maneira de preservar o caixa que também acaba impactando no consumidor.

O principal argumento da empresa é que esses recursos são devolvidos à sociedade como tributos e dividendos. Em 2021, a empresa pagou R$ 202,9 bilhões em tributos e R$ 37,3 bilhões em dividendos à União, seu principal acionista. O pagamento total de dividendos bateu recorde: R$ 101,4 bilhões.

Mais Recentes da CNN