Lucro da SulAmérica sobe 40% com clientes usando menos o plano de saúde

Resultado somou R$ 286 milhões no terceiro trimestre

Consultório: Pacientes fizeram menos tratamentos eletivos durante a pandemia
Consultório: Pacientes fizeram menos tratamentos eletivos durante a pandemia foto-shidlovski-freerange-stock

Aluisio Alves, da

Reuters

Ouvir notícia

A seguradora e administradora de recursos de terceiros SulAmérica (SULA3, SULA4) teve forte aumento do lucro no terceiro trimestre, refletindo menor uso de serviços de saúde eletivos em meio às medidas de isolamento social durante a pandemia da Covid-19.

A companhia anunciou nesta quinta-feira que teve lucro de R$ 286 milhões no terceiro trimestre, um aumento de 40,1% ante mesma etapa de 2019. Em termos líquidos, o lucro somou R$ 1,7 bilhão, com ganho extraordinário de R$ 1,4 bilhão com a conclusão da venda dos negócios de seguros de automóveis e massificados.

Leia também: 
Seguro dos carros mais vendidos ficou mais barato em setembro para os homens
ANS: Planos de saúde tiveram mais de 12 mil reclamações relacionadas à Covid-19

As receitas operacionais da companhia somaram R$ 5,1 bilhões no trimestre, crescimento anual de 4,5%, impulsionado principalmente pelos segmentos de saúde e odonto e previdência.

Porém, o chamado índice de sinistralidade, que mede as despesas com prestação de serviços de saúde e pagamento de seguros como proporção das receitas, caiu 4,2 pontos percentuais no comparativo ano a ano.

Já a divisão de gestão de recursos fechou setembro com R$ 46,1 bilhões em ativos, crescimento de 2,7% em 12 meses, com a expansão das reservas de previdência (+11,2%)e recursos de terceiros (+1,6%).

Com isso, as receitas com taxas de administração subiram 2,9% ano a ano, mais do que compensando a queda com receitas de performance, esvaziadas pelo fraco desempenho do mercado de capitais no período, com queda das ações.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN