Maioria das Bolsas da Ásia fecha em alta, após sinais de recuperação global

A situação da pandemia no continente, contudo, inspira cautela, com números elevados de casos e mortes por Covid-19

Foto: Aly Song/Reuters

Sergio Caldas,

do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta segunda-feira (24)  após a última rodada de PMIs mostrar recuperação da atividade econômica nos EUA e na Europa. Investidores, porém, se mantêm cautelosos em meio a recentes surtos de Covid-19 em partes da Ásia e sinais de pressões inflacionárias.

O japonês Nikkei subiu 0,17% em Tóquio hoje, a 28.364,61 pontos, e o chinês Xangai Composto avançou 0,31%, a 3.497,28 pontos, interrompendo uma sequência de três pregões negativos.

O dia foi de ganhos também para o Shenzhen Composto – índice formado por empresas chinesas de menor valor de mercado -, com alta de 0,75%, a 2.337,26 pontos, e para o Taiex, que se valorizou 0,22% em Taiwan, a 16.338,29 pontos.

Por outro lado, o Hang Seng caiu 0,16% em Hong Kong, a 28.412,26 pontos, e o sul-coreano Kospi recuou 0,38% em Seul, a 3.144,30 pontos.

Na sexta-feira (21), índices de atividade econômica, os chamados PMIs, mostraram que as economias dos EUA, da zona do euro e do Reino Unido seguem se recuperando com força dos choques da Covid-19.

A situação da pandemia na Ásia, contudo, inspira cautela, com números elevados de casos e mortes pela doença na Índia e o Japão se esforçando para conter focos do vírus antes da Olimpíada de Tóquio, que terá início em julho.

Além disso, persistem temores de que a tendência global de avanço da inflação leve grandes bancos centrais a rever sua postura acomodatícia, e fortes quedas recentes do bitcoin, após a China prometer apertar o cerco a operações com moedas digitais, estão no radar.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul hoje, impulsionada principalmente pelo setor de energia. O S&P/ASX 200 avançou 0,22% em Sydney, a 7.045,90 pontos. 

Mais Recentes da CNN