Mais de 60% de restaurantes não recuperaram faturamento pré-pandemia

Pesquisa foi feita entre 12 de agosto e 8 de setembro e contou com 800 empresas de diversos perfis e de todos os estados brasileiros

Bruna Macedoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Mesmo com o recente avanço da vacinação, a maioria dos restaurantes, bares, cafés e lanchonetes ainda não recuperou as vendas em relação ao período pré-pandêmico.

Uma pesquisa feita pela Associação Nacional de Restaurantes (ANR) mostrou que, mesmo com a retomada gradual da economia, 62% dos estabelecimentos no país ainda não recuperaram o faturamento que tinham em 2019.

A situação é ainda pior para 55% deles, que declararam estar endividados. Desse total, 78% devem para bancos, 57% estão com impostos em atraso, 24% têm dívidas com fornecedores e 14% afirmam ter pendências trabalhistas.

Ainda segundo o levantamento, 13% já conseguem faturar nos mesmos níveis e outros 25% afirmaram que superaram a receita no mesmo período.

Além disso, 48% afirmaram que devem levar mais de dois anos para pagar seus débitos.

No estado de São Paulo, desde o dia 17 de agosto, restaurantes, bares, cafés e lanchonetes podem receber 100% da capacidade de ocupação, sem restrição de horário, desde que respeitem os protocolos sanitários.

A pesquisa foi feita entre 12 de agosto e 8 de setembro e contou com 800 empresas de diversos perfis e de todos os estados brasileiros.

 

 

Mais Recentes da CNN