Mercedes-Benz projeta linhas exclusivas para produção de veículos elétricos

A partir de 2025, espera-se que os carros elétricos e elétricos híbridos representem 50% das vendas da marca

Mercedes-Benz: Mais adiante, a montagem e a produção de baterias podem ser aproximadas das fábricas de automóveis
Mercedes-Benz: Mais adiante, a montagem e a produção de baterias podem ser aproximadas das fábricas de automóveis Mercedes-Benz/Divulgação

Por Victoria Waldersee e Ilona Wissenbach, da Reuters

Ouvir notícia

A Mercedes-Benz espera ter fábricas produzindo exclusivamente veículos elétricos (EVs) na segunda metade da década, mas evitará a construção de unidades para esse fim.

A montadora prevê que algumas das linhas de produção dentro das fábricas sejam totalmente adaptadas para veículos elétricos ainda mais cedo, disse o chefe de produção Joerg Burzer em entrevista à Reuters.

“Construir uma nova fábrica de veículos elétricos a bateria leva tempo. Adotamos outra abordagem”, disse Burzer.

“Certamente teremos algumas linhas produzindo apenas veículos elétricos nos próximos anos… também vemos fábricas inteiras mudando para elétricos – esse é um tópico para a segunda metade da década.”

Apenas 2,3% das vendas de carros da Mercedes-Benz no ano passado foram de veículos elétricos a bateria, subindo para 11% quando incluidos os híbridos plug-in, que têm motor e bateria.

A partir de 2025, espera-se que os carros elétricos e elétricos híbridos representem 50% das vendas, com carros totalmente elétricos representando a maior parte dessa fatia.

Todos os modelos existentes estão sendo construídos em fábricas que também produzem veículos com motor de combustão interna, com baterias transportadas por trem da fábrica principal em Sindelfingen para unidades na Alemanha e na Hungria.

Mais adiante, a montagem e a produção de baterias podem ser aproximadas das fábricas de automóveis, à medida que o design dos veículos se desenvolve para integrar a bateria mais próxima ao carro, disse Burzer.

Mais Recentes da CNN