Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Minério de ferro se recupera com redução de temores sobre demanda chinesa

    Contrato para setembro na Bolsa de Singapura subiu 3,6%, a US$ 109,55 a tonelada, depois de atingir na quinta-feira seu nível mais fraco desde 25 de julho, a US$ 104,70

    Na Dalian Commodity Exchange da China, contrato mais negociado para janeiro de 2023 encerrou as negociações com alta de 2,6%, a 723 iuanes (US$ 107,18) a tonelada
    Na Dalian Commodity Exchange da China, contrato mais negociado para janeiro de 2023 encerrou as negociações com alta de 2,6%, a 723 iuanes (US$ 107,18) a tonelada 02/12/2013REUTERS/David Gray

    Por Enrico Dela Cruz, da Reuters

    Ouvir notícia

    Os contratos futuros de minério de ferro subiram nesta sexta-feira (5), com a referência de Singapura se recuperando após uma liquidação de cinco sessões, após a melhora nas margens do aço na China ter diminuído as preocupações com a fraca demanda pelo ingrediente siderúrgico.

    O minério de ferro, no entanto, teve perdas semanais em meio a preocupações com o setor imobiliário em dificuldades na China, restrições da Covid-19, cortes na produção de aço e tensões sino-americanas sobre Taiwan.

    O contrato do minério de ferro para setembro na Bolsa de Singapura subiu 3,6%, a US$ 109,55 a tonelada, depois de atingir na quinta-feira seu nível mais fraco desde 25 de julho, a US$ 104,70.

    Na Dalian Commodity Exchange da China, o contrato mais negociado para janeiro de 2023 encerrou as negociações com alta de 2,6%, a 723 iuanes (US$ 107,18) a tonelada.

    “Os fundamentos melhoraram marginalmente”, disseram analistas da Zhongzhou Futures em nota, citando uma recuperação nas margens do aço que levou ao reinício de alguns dos altos-fornos ociosos na China, maior produtora mundial de aço.

    Os estoques de aço mantidos por traders em 132 cidades chinesas pesquisadas pela consultoria Mysteel caíram 603.700 toneladas em relação à semana passada, para uma baixa de seis meses de 20,3 milhões de toneladas, em 4 de agosto.

    Os estoques de 184 siderúrgicas chinesas caíram pela sexta semana entre 28 de julho e 3 de agosto, para 4,76 milhões de toneladas, informou a Mysteel.

    Mais Recentes da CNN