Netflix demite 300 funcionários para reduzir custos a medida que receita recua

No mês passado, a Netflix demitiu 150 funcionários, culpando a desaceleração do crescimento da receita

Logotipo do Netflix
Logotipo do Netflix REUTERS/Lucy Nicholson

Frank Pallottado CNN Business

em Nova York

Ouvir notícia

A Netflix de Nova York está demitindo 300 funcionários no meio de um ano difícil para a gigante do streaming.

“Enquanto continuamos a investir significativamente no negócio, fizemos esses ajustes para que nossos custos cresçam de acordo com nosso crescimento mais lento de receita”, disse um porta-voz da empresa à CNN Business, nesta quinta-feira (23).

“Somos muito gratos por tudo o que eles fizeram pela Netflix e estamos trabalhando duro para apoiá-los nessa difícil transição”.

As demissões impactam cerca de 3% da força de trabalho da Netflix, que inclui 11 mil funcionários em tempo integral. As demissões também estão ocorrendo principalmente nos Estados Unidos.

A Netflix informou em abril que perdeu assinantes pela primeira vez em mais de uma década. Isso causou ondas de choque em Wall Street, levando os investidores a eliminar bilhões de dólares do valor de mercado da companhia. As ações da empresa caíram cerca de 70% este ano.

No mês passado, a Netflix demitiu 150 funcionários, culpando a desaceleração do crescimento da receita. A empresa vem apresentando maneiras de virar a maré negativa e colocar a plataforma – que tem 221,6 milhões de assinantes – de volta aos trilhos.

As ideias incluem a introdução de um novo nível de anúncio de preço mais baixo e a restrição do compartilhamento de senhas entre os assinantes.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN