O Brasil flerta com a insustentabilidade na economia, dizem especialistas

Jornal da CNN reuniu Sergio Vale, da MB Associados, a consultora Zeina Latif e Luiz Figueiredo, da Mauá Capital, para debater o cenário econômico do ano que vem

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Três economistas debateram na noite desta sexta-feira (25) no Jornal da CNN as perspectivas para 2021. Eles avaliam o impacto das decisões políticas na economia.

Para a consultora econômica Zeina Latif, as “decisões tortas” na política econômica demoram a ter impacto na economia e a dificuldade de enfrentamento dos problemas estruturais vai se acumulando. “O Brasil fica preso em uma armadilha de baixíssimo crescimento, uma economia sujeita a choques”, avalia.

Leia também
Rombo das contas públicas somou R$ 64,5 bi em setembro e dívida superou os 90%
Pandemia está forçando trabalhadores mais velhos a se aposentarem mais cedo
Veja dicas para começar 2021 com uma reserva financeira

Sérgio Vale, economista-chefe da MB Associados, ressalta o ano “atípico” por conta da pandemia e os desafios futuros com o déficit gerado e o que se espera para os próximos 2 anos. “A grande questão vai continuar sendo como o governo vai lidar com a dívida”. 

Luiz Fernando Figueiredo, CEO da Mauá Capital, também não está otimista, por conta da diferença entre gastos e arrecadação, além da não resolução de seus problemas estruturais. “O Brasil está flertando há muito tempo com uma situação de insustentabilidade. O problema é basicamente excesso de gasto público”.

Veja o debate completo no vídeo acima. 

Mais Recentes da CNN