Pão de Açúcar vende 71 lojas do Extra Híper ao Assaí em negócio de R$ 5,2 bi

A bandeira Extra Hiper será descontinuada e as lojas não envolvidas na transação serão convertidas em formatos com maior potencial de rentabilidade

Foto: GPA/Divulgação

Marcia Furlan e Talita Nascimentodo Estadão Conteúdo

Marcia Furlan, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O GPA (Grupo Pão de Açúcar) e Sendas Distribuidora, controladora do Assaí, fecharam um acordo que prevê a conversão de 71 lojas Extra Hiper operadas pelo GPA em todo o país em cash & carry, que passarão a ser operadas pelo Assaí.

O movimento marca a desistência do GPA do formato de hipermercados e, segundo o presidente da companhia, Jorge Faiça, dará à empresa recursos para ser mais ágil e acelerar crescimento no varejo alimentar físico e digital.

“Teremos uma empresa que deixará de trabalhar na defensiva e partirá para o ataque, trabalhando suas fortalezas”, disse nesta sexta-feira (15) em teleconferência com analistas.

O memorando de entendimentos vinculante (MoU) prevê a cessão, ao Assaí, tanto de lojas Extra Hiper em imóveis próprios como locados de terceiros, além dos respectivos contratos de locação, e pode envolver também a aquisição pelo Assaí de certos equipamentos existentes nas lojas.

O valor estimado a ser recebido pelo GPA é de até R$ 5,2 bilhões, sendo que R$ 4 bilhões deverão ser pagos pelo Assaí ao GPA, de forma parcelada, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2024.

A bandeira Extra Hiper será descontinuada e as lojas não envolvidas na transação serão convertidas em formatos com maior potencial de rentabilidade.

Adicionalmente, o GPA também fechou outro memorando com um fundo imobiliário, com a interveniência e garantia do Assaí, para a venda de 17 imóveis próprios do GPA por R$ 1,2 bilhão.

A garantia do Assaí consiste na obrigação de pagamento pelos imóveis caso o Fundo não cumpra o prazo acordado.

Simultaneamente, o Assaí também celebrou outro memorando de entendimentos com o Fundo para a locação por 20 anos, após a conclusão da transação, dos imóveis adquiridos.

O CEO do GPA, Jorge Faiçal, diz que a “transação representa uma oportunidade única de intensificar o foco e a aceleração da expansão dos negócios de maior rentabilidade da companhia por meio dos segmentos premium e de proximidade, com as bandeiras Pão de Açúcar, Minuto e Mercado Extra, além de reforçar a posição de liderança do GPA no varejo e e-commerce alimentar no País”.

Belmiro Gomes, CEO do Assaí, argumenta que a operação irá acelerar a expansão combinada ao fortalecimento dos resultados através da conversão de lojas em pontos comerciais excepcionais, localizados em regiões adensadas e com baixa sobreposição com a plataforma atual de lojas do Assaí.

Mais Recentes da CNN