Passagens aéreas nacionais estão cerca de 20% mais caras

Guerra na Ucrânia e queda na demanda por voos impactaram nos custos da aviação

Do CNN Brasil Business*

Ouvir notícia

Entre fevereiro e março deste ano, o preço das passagens aéreas para os destinos nacionais mais procurados pelos brasileiros subiram em média 20%.

Os destinos mais procurados no país são Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza, Recife e Salvador.

Aumento foi verificado em um levantamento feito pelo buscador de voos Kayak, à pedido da CNN.

Para referência, em São Paulo, as passagens em março estão, em média, 31% mais caras, com custo médio de R$ 1.021. Para o Rio de Janeiro, as passagens estão custando 30% a mais, em média a R$ 1.037.

Passagens internacionais também foram atingidas pela alta de preços. Passagens para a Holanda subiram 20%; para Miami, 15%; e para Lisboa, 13%.

Apenas passagens para Buenos Aires tiveram variação negativa — ou seja, ficaram mais baratas. A queda foi de 4% no mês de março.

Reprodução/ CNN

Um dos motivos para esse aumento, de acordo com especialistas, é a guerra entre Rússia e Ucrânia, que cria uma pressão nos preços dos combustíveis internacionalmente, especialmente os usados nas aeronaves.

Além disso, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), obtidos junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a demanda por voos domésticos, em fevereiro, registrou uma queda de 17% em comparação com o mesmo período de 2019, antes da pandemia de Covid-19.

No mercado internacional, essa demanda caiu 47% quando comparado à 2019. O número de passageiros transitando dentro e fora do país também caiu significativamente no período.

(*Publicado por Sofia Kercher sob supervisão de Ana Carolina Nunes)

Fatos que marcaram a aviação em 2021

Mais Recentes da CNN