Pergunta não é ‘se’, mas ‘quanto Brasil crescerá em 2022’, diz Guedes sobre PIB

O ministro participou de almoço com a Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo, nesta quarta-feira (1º)

Paulo Guedes, ministro da Economia, está no governo desde a primeira formação dos ministérios
Paulo Guedes, ministro da Economia, está no governo desde a primeira formação dos ministérios Edu Andrade/Acom/Ministério da Economia

Anna Russido CNN Brasil Business

Brasília

Ouvir notícia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou que o resultado de queda de 0,1% do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre do ano foi em meio ao trimestre mais difícil de enfrentamento da pandemia de Covid-19 em 2021.

“Hoje saiu um dado que é praticamente de lado: quando é – 0,5%, cai para 0,1% a queda. Se fosse -0,4%, ia ser 0% (neutro). O trimestre (2º) foi o mais difícil pelo pico da pandemia”, disse em almoço com a Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo, nesta quarta-feira (1º).

Guedes ainda reforçou que o Brasil vai crescer em 2022, mas que o tamanho do crescimento depende de reformas e de investimentos do setor privado.

“Essa conversa pessimista de que esse trimestre não está crescendo, que o Brasil não vai crescer, que vai parar… De novo, digo: só depende dos senhores. […] A pergunta não é se o Brasil vai crescer ano que vem. Vai crescer. A pergunta é quanto e isso depende do andamento das reformas, se vai ser 2%, 3%, 4%. Isso depende de nós”, afirmou.

Nesse sentido, o ministro reforçou sua confiança na atuação do Congresso e do Judiciário, bem como do presidente Jair Bolsonaro, pela aprovação das reformas. Na avaliação dele, “estamos próximos (da aprovação) dessa reforma (tributária), assim como da administrativa”.

Mais Recentes da CNN