Peritos médicos do INSS anunciam paralisação

Categoria cobra recomposição salarial de quase 20%

Cadeiras em agência do INSS
Cadeiras em agência do INSS Foto: CNN (21.set.2020)

Basília Rodriguesda CNN

Brasília

Ouvir notícia

Os médicos peritos do INSS divulgaram nesta quinta-feira que vão paralisar os trabalhos na próxima segunda-feira, como resposta à falta de reajuste salarial.

A categoria cobra recomposição salarial de quase 20%, relativa às perdas inflacionárias de 2019 a 2022. Em ofício encaminhado ao Ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni, a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais reclama de promessas não cumpridas. “Apesar das promessas feitas pelo Ministro de Estado, nenhuma ação foi tomada pela autoridade máxima do órgão e a situação caótica que assolava a categoria não apenas se manteve, como foi profundamente agravada”.

A pauta de reivindicação inclui melhorias nas condições de trabalho, como limitar a 12 o número de atendimentos presencias diários. Há 5 mil médicos peritos em todo país para avaliação que pode justificar a concessão de benefícios previdenciários.

Procurado, o ministério do Trabalho não comentou a mobilização.

Mais Recentes da CNN