Principais bolsas da Ásia fecham em baixa, com Powell e Ômicron no radar

Mercados aguardam eventuais comentários do presidente do Fed sobre possíveis aumentos de juros

Painéis com as cotações das bolsas asiáticas, na China
Painéis com as cotações das bolsas asiáticas, na China Foto: Aly Song/Reuters (13.mar.2020)

Sergio Caldas, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

As principais bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta terça-feira (11), com investidores se mostrando cautelosos antes de eventuais comentários do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell, sobre possíveis aumentos de juros e atentos à disseminação da variante Ômicron do coronavírus na China.

Na China continental, o índice Xangai Composto recuou 0,73%, a 3.567,44 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 1,06%, a 2.441,23 pontos.

Na volta de um feriado no Japão, o Nikkei teve queda de 0,90% em Tóquio, a 28.222,48 pontos, enquanto o Hang Seng registrou ligeira baixa de 0,03% em Hong Kong, a 23.739,06 pontos.

Já o sul-coreano Kospi ficou praticamente estável, com alta marginal de 0,02% em Seul, a 2.927,38 pontos, e o Taiex avançou 0,27% em Taiwan, a 18.288,21 pontos.

A cautela predominou na Ásia antes de Powell participar hoje de uma audiência sobre a renovação de seu mandato, no Senado americano.

Espera-se que o presidente do Fed comente sobre a especulação de que o BC dos EUA poderá começar a elevar juros a partir de março, como sugeriu em ata de política monetária divulgada na semana passada.

Investidores da região asiática e de outras partes do mundo também estão na expectativa para novos dados da inflação ao consumidor (CPI) dos EUA, que serão divulgados amanhã (12) e podem ser determinantes para a trajetória dos juros básicos americanos.

Antes disso, no fim da noite desta terça, serão conhecidos números da inflação chinesa.

Também seguem no radar os desdobramentos da Ômicron na China. A cidade de Tianjin foi colocada sob bloqueio parcial, após enfrentar um pequeno surto de casos de covid-19.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o viés negativo da Ásia, e o S&P/ASX 200 caiu 0,77% em Sydney, a 7.390,10 pontos.

Mais Recentes da CNN