Receita abre consulta ao primeiro lote de restituição do IRPF 2022 nesta terça-feira

Ao todo, R$ 6,3 bilhões serão restituídos a 3,38 milhões contribuintes

Pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda
Pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sofia Kercherdo CNN Brasil Business*

São Paulo

Ouvir notícia

A Receita Federal disponibiliza, a partir desta terça-feira (24), a consulta do primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2022, relativo ao ano-base 2021.

Ao todo, R$ 6,3 bilhões serão restituídos a 3,38 milhões contribuintes. Os recursos serão depositados em 31 de maio, o último dia do prazo de entrega do IR.

O lote contempla também restituições residuais de anos anteriores, ou seja, aqueles que tinham pendências, mas acertaram as contas com o leão.

Como em anos anteriores, o valor será destinado a contribuintes que têm prioridade legal:

  • Idosos acima de 80 anos (226.934);
  • Pessoas entre 60 ou 79 anos (2.305.412);
  • Pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave (149.016);
  • Pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério (702.607).

As consultas poderão ser feitas por meio do site da Receita Federal (www.gov.br/receitafederal) ou pelo aplicativo da Receita em tablets e smartphones.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda.

Pendências

Ao realizar a consulta, o contribuinte poderá saber se há pendências que impeçam o pagamento da restituição, ou seja, se caiu na chamada “malha fina”.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o extrato do Imposto de Renda no site da Receita.

As restituições de declarações que apresentam inconsistências são liberadas apenas depois de corrigidas pelo contribuinte, ou depois do mesmo apresentar comprovação de que a declaração está correta.

*Sob supervisão de Ana Carolina Nunes

Mais Recentes da CNN