Senado adia votação da PEC dos Precatórios no plenário para quarta-feira (1º)

Rodrigo Pacheco, presidente da Casa, anunciou que será o primeiro item da pauta do plenário

Plenário do Senado
Plenário do Senado Reuters

Daniel Weterman, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O Senado deixou para esta quarta-feira (1º), a votação da PEC dos Precatórios no plenário. O governo ainda negociava mudanças ao longo da noite desta terça-feira (30) para garantir um placar com margem que assegure o quórum necessário para aprovar o texto, ou seja, 49 votos favoráveis em dois turnos.

O presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), anunciou que a PEC será o primeiro item da pauta do plenário na quarta, antes da votação das indicações de autoridades.

A sessão só deve começar após a sabatina do ex-ministro André Mendonça, indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Com atrasos no radar, Pacheco também incluiu a PEC na pauta de quinta-feira (2).

CCJ

Na manhã desta terça-feira a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, por 16 votos a 10, a PEC dos Precatórios, que abre espaço no Orçamento público de 2022. Eram necessários 14 votos favoráveis para a aprovação na comissão. Rodrigo Pacheco chegou a dizer na tarde de hoje que a pauta seria apreciada em plenário ainda nesta noite.

Mais Recentes da CNN