Depois de Americanas, sites de Submarino e Shoptime também voltam a funcionar

Empresa informou que está restabelecendo seus ambientes de e-commerce gradualmente após "incidente de segurança"

Site da Americanas estava fora do ar desde o domingo (20)
Site da Americanas estava fora do ar desde o domingo (20) Divulgação

João Pedro Malardo CNN Brasil Business

em São Paulo

Ouvir notícia

Os sites da Americanas, do Submarino e do Shoptime voltaram a funcionar nesta quarta-feira (23), após saírem do ar no domingo (20) e na segunda-feira (21) devido a um “incidente de segurança”.

Em nota, a empresa afirma que “restabelecendo gradualmente e com segurança seus ambientes de e-commerce“, suspensos pela companhia devido a um “incidente de segurança” ocorrido nos dias 19 e 20 de fevereiro.

A Americanas diz que não há evidências até o momento de comprometimento das suas bases de dados, e que equipes continuam mobilizadas para atuar na retomada integral dos seus sites “no mais curto espaço de tempo”.

“A companhia reforça que a segurança das informações é sua prioridade e que continuará mantendo o mercado, clientes e parceiros atualizados”, conclui a nota.

Ao acessar os sites das três empresas, controladas pela Americanas S.A., é informado que “estamos voltando de forma gradual, disponibilizando produtos e funcionalidades progressivamente, para que você possa comprar com segurança”.

A queda dos sites da empresa resultou em quedas expressivas nas ações da Americanas S.A. (AMER3) nos últimos dias, já que os canais digitais representam 60% das vendas do negócio.

Com a retomada gradual dos endereços, os papéis já sobem nesta quarta-feira, figurando entre as maiores altas do dia no Ibovespa enquanto se recuperam.

A empresa também disse nas redes sociais na terça-feira (22) que a instabilidade no site da empresa pode gerar atrasos na entrega de pedidos que já foram realizados. O CNN Brasil Business tentou confirmar a informação, mas não obteve um retorno até a publicação desta reportagem.

Mais Recentes da CNN