Sony busca novos parceiros para desenvolver carros elétricos

Empresa anunciou na feira de tecnologia CES, em janeiro, a criação de uma nova unidade de mobilidade

SUV VISION-S 02 da Sony foi revelado na CES 2021
SUV VISION-S 02 da Sony foi revelado na CES 2021 Divulgação/Sony

Tim KellyShinji Kitamurada Reuters

Ouvir notícia

A Sony adicionará novos parceiros de tecnologia ao seu projeto de veículos elétricos em uma estratégia em que o grupo japonês quer transformar carros em espaços de entretenimento, disse um executivo.

“Vemos o risco de ignorar os veículos elétricos como maior do que o desafio que eles representam”, disse Izumi Kawanishi, executivo que administrará o novo negócio da Sony Mobility, em entrevista.

A próxima transformação dos carros é, de certa forma, semelhante à forma como a tecnologia da informação transformou os telefones em smartphones, acrescentou.

Ao anunciar a criação dessa nova unidade de mobilidade na feira de tecnologia CES em Las Vegas este mês, o presidente-executivo da Sony, Kenichiro Yoshida, sugeriu pela primeira vez que a empresa tentará transformar um projeto de desenvolvimento de veículo elétrico iniciado há dois anos em um empreendimento lucrativo.

Parceiros

Até agora, a Sony construiu dois protótipos do carro elétrico “Vision” em parceria com uma fábrica na Áustria da empresa canadense de autopeças Magna International.

Outros membros do projeto incluem a fabricante alemã de autopeças Bosch, a empresa francesa de tecnologia automotiva Valeo e a startup húngara de veículos autônomos AImotive.

Para trazer um carro elétrico ao mercado, a Sony provavelmente terá que investir pesadamente em instalações e equipamentos. A Tesla, que entregou seu primeiro veículo elétrico em 2008, gastou bilhões de dólares para viabilizar seus negócios.

A Sony também terá que enfrentar fabricantes de carros tradicionais, como Toyota, General Motors e Volkswagen, que estão investindo dezenas de bilhões de dólares para vencer as novas montadoras.

A empresa escolherá novos parceiros com base na tecnologia que eles podem trazer para o projeto, independentemente de sua nacionalidade, disse Kawanishi, quando perguntado se a Sony faria parceria com empresas chinesas.

Mais Recentes da CNN