Superintendência do Cade aprova incorporação da Mosaico pelo Banco Pan

Como resultado da operação, o capital social da Mosaico passará a ser 100% detido pelo Banco Pan

Segundo as companhias, os acionistas da Mosaico se tornarão executivos do Pan, sendo que um deles irá ao conselho de administração
Segundo as companhias, os acionistas da Mosaico se tornarão executivos do Pan, sendo que um deles irá ao conselho de administração 07/08/2017REUTERS/Adriano Machado

Luci Ribeiro, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a incorporação da Mosaico, dona do Buscapé, Bondfaro e Zoom, pelo Banco Pan, controlado pelo BTG Pactual.

Como resultado da operação, o capital social da Mosaico passará a ser 100% detido pelo Banco Pan. A decisão da SG/Cade está publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Com o negócio, às duas empresas pretendem complementar oferta de serviços aos 12,4 milhões de clientes do Pan e aos 22 milhões de usuários mensais das plataformas da Mosaico.

Segundo as companhias, os acionistas da Mosaico se tornarão executivos do Pan, sendo que um deles irá ao conselho de administração.

“Como justificativa para a realização da operação, as requerentes explicam que o Banco Pan pretende expandir a oferta de produtos e serviços a consumidores por meio da agregação de um marketplace em sua plataforma. Da mesma forma, a operação representa uma boa oportunidade para a Mosaico ter como acionista um agente com expertise financeiro para agregar valor aos seus produtos e serviços, bem como expandir sua base de clientes”, cita parecer sobre a operação divulgado pelo Cade.

Mais Recentes da CNN