Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Uso do 5G no mundo é importante para baixar preços de smartphones, diz especialista

    À CNN Rádio, Eduardo Tude afirmou que apesar de demora da implementação da tecnologia do país, a massificação do 5G no mundo traz consequências para o Brasil

    5G no Brasil ainda não é utilizado amplamente
    5G no Brasil ainda não é utilizado amplamente Tânia Rêgo/Agência Brasil

    Amanda Garcia

    Ouvir notícia

     

    A popularização do uso do 5G no mundo – embora a tecnologia ainda não tenha sido implementada de forma abrangente no Brasil – trará consequências positivas para o país. Esta é a avaliação do presidente da Teleco, empresa de consultoria na área de Telecomunicação, Eduardo Tude.

    A projeção de um relatório da Ericsson é de que o 5G terá 1 bilhão de assinantes no mundo até o fim de 2022.

    Em entrevista à CNN Rádio, ele explicou que a “massificação do 5G no mundo é importante porque os preços dos smartphones com essa tecnologia vão chegar ao Brasil e à América Latina mais baratos.”

    “O Brasil tem hoje 2,2 milhões de celulares usados com cobertura baixa do 5G. À medida que a faixa for liberada, as operadoras estão com redes prontas e vai ser possível usar”, completou.

    Hoje, Tude lembra que já se pode experimentar o 5G em algumas cidades brasileiras, mas ainda há a dependência da liberação da faixa de 3,5 GHz para a ampliação do serviço.

    “A frequência é utilizada pelas parabólicas para a recepção de sinal de televisão. Isso atrasou um pouco, mas a migração deve ocorrer nas capitais até setembro, mas a expectativa é de que em julho tenha liberado em Brasília e a faixa possa ser usada com uma possibilidade maior, com uso mais amplo de 5G no Brasil.”

    O especialista lembrou que o 5G dá uma velocidade até cinco vezes maior de conectividade e uma latência menor – que dá mais jogabilidade, por exemplo, com uma resposta mais rápida de comandos.

    “Alguns tipos de conteúdo que antes não se conseguia usar direito, agora vão poder ser utilizados, a tendência é de crescimento grande do consumo de dados usando o 5G.”

    Eduardo Tude ainda destacou que boa parte dos usuários de 5G está na China, que despontou à frente da tecnologia, com muitos investimentos, seguida por Estados Unidos e Coreia do Sul.

    *Com produção de Isabel Campos

    Mais Recentes da CNN