Valor de empresas de tecnologia triplica no Brasil em quase dez anos

Alta é o acumulado das maiores empresas de 2010 a 2019

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Em quase uma década, o valor acumulado das principais empresas de tecnologia triplicou no Brasil. Uma revolução tecnológica que foi parar nas bolsas de valores daqui e até de Nova York.

A segunda reportagem da série especial Economia Digital mostra que o comércio digital faturou mais de R$ 126 bilhões em 2020, alta de quase 70%.

Do ano passado para cá, 15 empresas brasileiras de tecnologia entraram na bolsa de valores. É o chamado IPO, sigla em inglês para Oferta Pública Inicial.

Com essas empresas vieram também 100 mil novos investidores. “Esses 15 IPOs trouxeram de recursos para as empresas mais de R$ 14 bilhões para financiar o crescimento e as atividades delas”, diz o gerente de relacionamento da B3, Leonardo Resende.

Valor das empresas triplicou de 2010 a 2019

Uma pesquisa do Fundo de Investimentos Atlântico mostra que o valor acumulado das 10 maiores empresas de tecnologia na bolsa brasileira cresceu mais de três vezes entre 2010 e 2019.

Uma empresa de móveis, que já nasceu digital, dobrou de tamanho com o crescimento das compras online durante a pandemia.

“O fato do nosso business praticamente ser e-commerce há anos ajudou para que, nesse momento, tivéssemos muito bem posicionados”, diz o CEO da Mobly, Marcelo Marques.

As previsões para o setor são tão boas que o Brasil já ficou pequeno. Teve empresa de tecnologia que abriu capital nos Estados Unidos. A Vtex, companhia focada em soluções para o comércio digital, cresceu 95% em 2020 e saiu contratando.

“No Brasil, éramos em torno de 450 funcionários. Hoje somos 1.100”, relata o presidente da Vtex no Brasil, Rafa Forte.

Agora, em 2021, eles são a primeira empresa brasileira de tecnologia a entrar na Bolsa de Nova York.

Novos setores

Leonardo Resende, da B3, espera que a bolsa brasileira continue fomentando novos setores e diferentes vertentes da tecnologia no país, como no agronegócio, saúde e educação, por exemplo.

“Temas que são tão importantes para o Brasil e que fazem parte do mercado de capitais e da bolsa de valores possam ajudar no crescimento do país.”

Mais Recentes da CNN