Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    À CNN, Aziz diz que apresentará relatório do marco fiscal no Senado no dia 20

    Em meio a pressões de parlamentares para alterar o texto, relator cogita aderir a algumas sugestões de colegas

    Omar Aziz
    Omar Aziz Pedro França/Agência Senado

    Basília Rodrigues

    O relator do marco fiscal, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou à CNN que vai apresentar o relatório sobre o texto na terça-feira da semana que vem (20).

    Em meio a pressões de parlamentares para alterar o texto, o relator não descarta aderir a algumas sugestões. Por isso, decidiu passar mais tempo para analisar as emendas que já recebeu.

    “São mais de 30 emendas. Tenho que respeitar as sugestões dos senadores”, disse.

    Aziz é sensível, por exemplo, ao pleito da bancada e do governo do Distrito Federal para que o Fundo Constitucional, que recheia os cofres de Brasília, não seja alcançado pela nova regra fiscal.

    “Não podemos causar prejuízo ao DF, ainda mais porque esses recursos são utilizados no custeio de serviços para população de Brasília”, disse.

    Depois de apresentado, o relatório será votado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e depois seguir para o plenário.

    O governo está preocupado com as possíveis alterações. Na próxima quinta-feira (15), o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, vai se reunir com o relator do texto e outros senadores.

    Em caso de mudança, o marco fiscal volta para análise da Câmara dos Deputados. Lideranças da Câmara, ouvidas pela CNN, afirmam que possíveis alterações do texto pelos senadores abre janela para que os deputados também façam novas mudanças e retirem outros gastos, a exemplo do Fundeb, da trava fiscal.