Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Assim como em Wall Street, B3 terá um “touro de ouro” na frente de sua sede

    O Touro de Wall Street está localizado em Manhattan, em Nova York

    Touro de Wall Street em Manhattan, Nova York
    Touro de Wall Street em Manhattan, Nova York REUTERS/Carlo Allegri

    Artur Nicocelido CNN Brasil Business

    São Paulo

    A B3, Bolsa de Valores brasileira, prepara para a próxima terça-feira (16) a inauguração de um “touro de ouro” em frente a sua sede, que fica na rua XV de Novembro, no centro histórico da cidade de São Paulo.

    Em nota, a bolsa paulista diz que a estátua “simboliza o mercado financeiro e a força do povo brasileiro”.

    Um dos maiores símbolos ligados às bolsas dos Estados Unidos, o “Touro de Wall Street”, ou ‘Charging Bull’ em inglês, localizado em Manhattan, Nova York, tem 3,4 metros de altura e 4,9 metros de comprimento. A B3 não detalhou, porém, se a versão brasileira terá as mesmas características.

    O touro é um símbolo usado no mercado financeiro para designar força dos ativos, por conta, principalmente, do movimento que o animal costuma fazer com a cabeça de baixo para cima.

    O criador do touro de Wall Street foi o artista italiano Arturo Di Modica. O escultor decidiu realizar a obra após o colapso acionário de 1987, como um sinal de confiança no futuro dos Estados Unidos.

     

    O investimento em ações vem ganhando novos adeptos no Brasil, sobretudo, após a Selic, taxa básica da economia, ter chegado à mínima histórica no ano passado, tornando as aplicações em renda fixa menos atraentes que as de renda variável.

    Hoje, a Bolsa possui mais de 4 milhões de contas cadastradas — 26% a mair que há um ano, segundo pesquisa da B3 –, e cerca de R$ 490 bilhões negociados.

    Em nota, a bolsa informou que a estátua é uma parceria com o economista Pablo Spyer e o artista plástico e arquiteto Rafael Brancatelli.