Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Balança comercial registra superávit de US$ 8,9 bilhões em outubro, diz ministério

    Exportações somaram US$ 29,4 bilhões, enquanto as importações, US$ 20,5 bilhões

    Números de outubro são os maiores resultados para o mês da série histórica iniciada em 1989
    Números de outubro são os maiores resultados para o mês da série histórica iniciada em 1989 Reuters

    Cristiane Nobertoda CNN

    Brasília

    A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 8,959 bilhões em outubro de 2023. O saldo do ano está positivo em US$ 80,212 bilhões. Os números de outubro são os maiores resultados para o mês da série histórica iniciada em 1989.

    Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) divulgados nesta quarta-feira (1º).

    Em outubro, as exportações somaram US$ 29,484 bilhões, enquanto as importações, US$ 20,525 bilhões. Comparado ao mesmo período do ano passado, as exportações tiveram queda de 0,7%. As importações também caíram em 20,9%.

    No acumulado do ano, as exportações totalizam US$ 282,471 bilhões e as importações, US$ 202,258 bilhões, com saldo positivo de corrente de comércio de US$ 484,729 bilhões em 2023.

    A corrente de comércio diário atingiu os US$ 50,009 bilhões, queda de 10,1% em relação a outubro de 2022.

    No recorte por setor no acumulado de janeiro a outubro, comparando com igual período do ano anterior, a média diária foi o seguinte: crescimento de US$ 22,45 milhões ( 7,2%) em Agropecuária; crescimento de US$ 3,01 milhões (1%) em Indústria Extrativa e queda de US$ 23,04 milhões (3,2%) em produtos da Indústria de Transformação.

    Os principais produtos de agro exportados foram soja, com aumento de 10,1%, somando US$ 21,35 milhões na média diária; milho não moído, exceto milho doce, aumento de 21,1%, resultando em US$ 8,81 milhões na média diária; Animais vivos (apenas animais de corte) aumento de 163,7% negociando US$ 1,64 milhões na média diária.

    Na indústria extrativa, destaque para minérios de cobre e concentrados, com alta de 25,8%, aumento de US$ 2,75 milhões na média diária.

     

    Veja também – Lula diz a líderes aliados na Câmara que pode mudar meta fiscal para 2024